Retroceder

Compreender a leitura da tensão arterial e das tabelas

Atualização: Dezembro de 2018

Como medir a tensão arterial?

A tensão arterial é medida em milímetros de mercúrio, mmHg. É composta por dois números, como por exemplo 130/80, ou seja, “130 de máxima e 80 de mínima". O primeiro número é a pressão sistólica, a pressão máxima que o sangue atinge quando o coração bate e o bombeia por todo o corpo. O segundo é a pressão diastólica, o nível mínimo que atinge entre batimentos.

E qual é a definição de tensão arterial alta?

A tensão arterial alta, também denominada hipertensão, impõe um esforço ao coração e aos vasos sanguíneos, e torna a pessoa mais suscetível a ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais.

A tensão arterial normal é considerada nos valores entre 120-129 (sistólica) e 80-84 (diastólica).

A definição de tensão arterial alta, de acordo com as diretrizes de 2018 da ESC/ESH (Sociedade Europeia de Cardiologia e Sociedade Europeia de Hipertensão), designa quaisquer valores acima de 140/90 mmHg. Se medir a tensão arterial no conforto de sua casa, onde há maior probabilidade de estar descontraído(a), o limite é ligeiramente inferior, nos 135/85.

Se a tensão arterial estiver entre 120/80 e 140/90, a pessoa pode estar em risco de desenvolver hipertensão no futuro, se não tomar medidas para a controlar. A isto denomina-se pré-hipertensão.

Uma medição de tensão arterial acima de 180/120 é perigosamente alta. Os médicos consideram esta situação uma crise hipertensiva, que requer tratamento imediato.

A tensão sistólica, o número mais alto, é mais importante do que a pressão diastólica nas pessoas com mais de 40 anos de idade. Trata-se de um valor que prevê melhor os acidentes vasculares cerebrais e os ataques cardíacos. E só é preciso que um dos valores esteja acima do valor normal para contar como tensão arterial alta.

Tudo isto pode ser resumido numa tabela da tensão arterial, como a seguinte:

Para verificar a sua tensão arterial na tabela, comece com a pressão sistólica do lado esquerdo e desloque o dedo para a direita até chegar à pressão diastólica. A cor vai indicar se tem uma tensão arterial normal ou anormal.

Tenha em atenção que uma única medição não diz muito - é preciso fazer uma média de várias medições, por exemplo de manhã e à noite, durante uma semana.


Referências:

Williams B, Giuseppe M, Spiering W, et al. (2018). 2018 ESC/ESH Guidelines for the management of arterial hypertension. Journal of Hypertension, 36(10). doi: 10.1097/HJH.0000000000001940

Bupa (2 018). High blood pressure. Consultado em www.bupa.co.uk/health-information/heart-blood-circulation/high-blood-pressure-hypertension

Blood Pressure Association (2018). Tabela da tensão arterial. Consultado em www.bloodpressureuk.org/BloodPressureandyou/Thebasics/Bloodpressurechart